Notícias

FB
07/12/2018 SENAR-RS investe em programas de consultoria e saúde do idoso em 2019   A ação de consultoria foi a principal atenção do SENAR-RS em 2018 e fará parte da programação das atividades da instituição a serem ofertadas em 2019. Programas já desenvolvidos nesta linha, como o Leitec - Leite com Tecnologia de Produção, tiveram um crescimento de público de quase 40%. A proposta é melhorar não só na qualificação profissional do produtor, como também promover a consultoria personalizada para melhorar o desempenho dos participantes em gestão.
Alguns cursos passaram a ser organizados por módulos de ensino, caracterizando atividades encadeadas sobre o mesmo assunto, em forma de programas de treinamento. É o caso do "Deriva Zero", composto de 6 diferentes cursos disponíveis sobre pulverização e NR31, criado com o propósito de reduzir o índice de deriva na aplicação de agroquímicos. Para ilustrar melhor a questão, o SENAR-RS leva um veículo equipado com um simulador de deriva, que recria todos os passos de uma aplicação. Desde agosto, o programa atendeu 314 produtores rurais.
 As ações de consultoria, devem contemplar outras áreas em 2019, como a ovinocultura e a apicultura, nas quais o SENAR-RS vai atuar como um promotor de informações a respeito das boas práticas para essas cadeias produtivas. "Estamos atendendo com informação e capacitação às necessidades propostas pelos produtores rurais. Nosso desafio é acompanhar as novidades tecnológicas para que cheguem de forma mais eficaz e prática a esse público", explicou o superintende de SENAR-RS, Gilmar Tietböhl.
Este é também o propósito do novo curso de operação e utilização de drones na propriedade, que fará parte do currículo de aprendizado no programa de Agricultura de Precisão, ainda no primeiro semestre de 2019.A aproximação das startups às propriedades rurais é outro carro chefe do SENAR-RS, que junto com o Sistema FARSUL, SEBRAE/RS, UNISINOS, PUCRS, UFSM, UFRGS e UPF, já integra o programa Agrotech, concebido para levar soluções tecnológicas para os problemas existentes no campo.Na área de educação continuada, ação que a instituição gaúcha realiza desde 2016, está sendo preparada a formatura da terceira turma do Curso Técnico em Agronegócio, que conclui as atividades no polo tecnológico de São Sepé, atingindo 185 formados na ação.
Por meio do programa Mapa Leite, que promove assistência técnica aliada a cursos em 2018 o SENAR-RS alcançou 1.123 propriedades rurais com o trabalho, somando 9.092 visitas técnicas.
 LANÇAMENTO - Dois produtos na área de saúde e nutrição começarão a ser ofertados pelo SENAR-RS a partir de janeiro de 2019. • O Programa de reeducação alimentar terá 40 horas entre curso e consultoria. A ideia surge a partir da necessidade de reduzir o "peso" dos gaúchos, já que é o que estado concentra o maior número de obesos no Brasil, conforme o IBGE. Uma cartilha com receitas e dicas de hábitos saudáveis será distribuída nas comunidades rurais. • A terceira idade será outro público com atenção especial do SENAR-RS em 2019. Serão realizados roteiros de palestras, com temas focados também na alimentação e hábitos diários mais saudáveis nesta fase da vida.
FONTE: ASSCOM SENAR-RS 

Busca

Busque sua notícia por período

De

Até