Notícias

FB
15/04/2019 SENAR-RS completa 26 anos com renovação da marca e impulso rumo à inovação no campo O SENAR-RS está completando 26 anos nesta segunda-feira, 15/04, consolidando o seu compromisso de levar ao produtor rural gaúcho as ferramentas para o constante aprimoramento da atividade agropecuária. Em 2019, a entidade aposta na atualização de seus cursos, capacitação de instrutores, aproximação com startups e prospecção de novas tecnologias. Em sintonia com esse olhar voltado ao futuro, o SENAR-RS apresenta seu novo logotipo. A identidade visual, que acompanha o modelo adotado nacionalmente, expressa a constante renovação do agronegócio, sem perder o foco da sua essência. Movimento que também expressa a visão de futuro do SENAR-RS.
"Queremos nos consolidar como a referência de conhecimento do produtor com relação a tudo que se refere ao meio rural. O produtor ou trabalhador rural precisa saber que, se ele tem uma dúvida, o SENAR-RS terá a resposta. Isso significa que nós estamos sempre em busca de informação e renovação. Estamos prospectando novidades, aproximando as startups do campo, levando tecnologia ao trabalhador. Até pouco tempo atrás, ninguém imaginava que teríamos tantas ferramentas novas de informação para trabalhar no campo e a expectativa é que daqui para a frente tenhamos muito mais", afirma o superintendente do SENAR-RS, Eduardo Condorelli. 

Busca pelo novo fortalece as raízes

Em meio a tantas novidades e atualizações que levam mais produtividade ao produtor, as bases não são deixadas para trás, mas fortalecidas. Um dos cursos mais antigos do SENAR-RS é ainda um dos mais procurados: Manejo do Solo e Sua Fertilidade. E não é por acaso. O solo e a água são fundamentais para a prosperidade da agropecuária e o cuidado com estes elementos é o que garante a longevidade da atividade rural, como esclarece o coordenador de Formação Profissional do SENAR-RS, Umberto Moraes:
"O curso leva ao nosso público a importância do manejo adequado do solo para evitar processos erosivos, aumentar a retenção de água e aumentar a fertilidade do solo. Abordamos diferentes sistemas de cultivo, rotação de culturas, plantas de cobertura de solo, coletas de amostras, colagem e adubação, rotação de culturas e a aplicação segura de agrotóxico, entre outros tópicos que são detalhados pelos instrutores. Isso contribui não apenas para a produtividade e qualidade da produção, mas também para a conservação dos recursos hídricos", aponta Moraes.Desde que os agricultores gaúchos começaram a adotar o plantio direto, na década de 70, a técnica se expandiu e evoluiu, ganhando o impulso de novos fertilizantes, agroquímicos, análises para correção do solo e novas máquinas que minimizam o impacto e previnem a compactação do solo. E inovações surgem constantemente, reforçando a importância de manter os cursos em constante atualização para que o produtor rural possa crescer na velocidade do desenvolvimento tecnológico. Atualmente, o SENAR-RS está participando de uma atualização junto à Embrapa Trigo Passo Fundo sobre fundamentos da agricultura conservacionista e da fertilidade do solo.
"Nós temos a responsabilidade de traduzir a linguagem que vem da academia científica e das instituições que geram ciência para um formato que o produtor e o trabalhador rural entendam e possam aplicar", enfatiza Condorelli. Os cursos e programas do SENAR-RS são oferecidos gratuitamente ao produtor e trabalhador rural. Para solicitar uma palestra, oficina ou treinamento, é necessário entrar em contato com o Sindicato Rural. Os cursos oferecidos pelo SENAR-RS podem ser conhecidos no site www.senar-rs.com.br.

Fonte: ASSCOM  SENAR-RS

Busca

Busque sua notícia por período

De

Até