Notícias

FB
10/06/2021 Pela saúde do rebanho: Senar-RS oferece curso Manejo Sanitário de Bovinos de Corte Capacitação, na modalidade semipresencial, tem 14 horas de duração. Inscrições estão abertas De que adianta formar um rebanho numeroso se a saúde dos animais não está em dia? As enfermidades em bovinos são uma das grandes causas de prejuízos na exploração pecuária, por isso, medidas preventivas são recomendadas. Essa é uma das lições do curso Manejo Sanitário de Bovinos de Corte, que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) passa a oferecer na modalidade semipresencial. 
A formação dura 14 horas, sendo que 10 são on-line, divididas em cinco dias. As outras quatro são presenciais e individuais, na casa do participante. No período virtual será ministrada a parte teórica, na qual são ressaltadas a importância da sanidade e da prevenção. "O tripé da produtividade de bovinos é sanidade, nutrição e genética. Tendo em vista a importância da sanidade na produtividade do rebanho, neste curso falamos dos impactos produtivos quando mantemos a saúde e do bem-estar animal. Salientando a importância de trabalhar preventivamente, pois além de ser mais benéfico aos animais, por evitar dor e mal-estar, normalmente é mais econômico para o produtor trabalhar com vacinas e/ou tratamentos preventivos [do que com remédios]", explica o técnico em formação profissional rural do Senar-RS, Pedro Faraco.
Como nem sempre as doenças podem ser evitadas, é importante que os pecuaristas conheçam as enfermidades que podem se abater sobre o gado, como as doenças infectocontagiosas, parasitárias, fúngicas e doenças reprodutivas, bem como as formas de combatê-las.
"Nesse curso, o participante aprende as principais vias de administração de vacinas e medicamentos, quais as indicações para cada via de administração, a forma correta de se fazer as aplicações, equipamentos corretos para cada aplicação, e as vantagens e desvantagens de cada", relata.
A aula presencial individualizada na propriedade do participante completa a carga horária do curso. Segundo Faraco, essa é uma oportunidade para que o instrutor e aluno construam conjuntamente um calendário sanitário. "O instrutor vai avaliar junto do produtor, da realidade da região, o que é necessário para reduzir os impactos de algum um possível problema sanitário no rebanho, construindo em conjunto um calendário sanitário, visando sempre a prevenção", diz o técnico.
Os produtores rurais interessados em participar dos cursos semipresenciais do Senar-RS devem entrar em contato com o Sindicato Rural de seu município ou de sua região, e solicitar a participação no programa. De acordo com a demanda, a partir da mobilização realizada pelo parceiro, um técnico habilitado pela entidade será designado para ministrar as aulas.

Busca

Busque sua notícia por período

De

Até