Notícias

FB
08/03/2019 Deriva Zero é foco do SENAR-RS na 20ª Expodireto Cotrijal Como evitar a deriva e garantir o aproveitamento total da pulverização é o tema que o SENAR-RS levará à 20ª Expodireto Cotrijal. Com a ajuda de um simulador de deriva e explicações de um instrutor, o produtor rural poderá observar como a escolha das pontas ou bicos, as condições meteorológicas, composição da calda de pulverização, tamanho da gota, dentre outros fatores influenciam no sucesso das aplicações de produtos fitossanitários. O objetivo é despertar o interesse do produtor para os cursos que o SENAR-RS tem oferecido por meio do programa Deriva Zero, que, de forma mais intensa e com a combinação da teoria e da prática, abrange as variáveis que influenciam a aplicação. A deriva, que consiste no desvio do produto aplicado, caindo fora do alvo, pode provocar danos a lavouras vizinhas e, dependendo das condições de vento, o produto pode viajar dezenas de quilômetros. "O primeiro prejudicado pela deriva é o próprio dono da lavoura, que recebeu a recomendação, por exemplo, de aplicar um litro e meio de um determinado produto, fez o trabalho, gastou com o produto, gastou com a aplicação, lidou com insumos que, se mal administrados, podem representar um risco à sua saúde e no fim das contas ainda aplicou uma sub dose na lavoura com um resultado menor que deveria ter sido obtido. E ainda por cima prejudica as relações com o seu vizinho", alerta o superintendente do SENAR-RS, Eduardo Condorelli. Os visitantes que se interessarem em saber mais sobre como prevenir a ocorrência da deriva devem comparecer ao estande do SENAR-RS, onde um instrutor estará disponível para ministrar a oficina e demonstrar a aplicação através do simulador. O Programa Deriva Zero está sendo realizado desde julho de 2018. O Programa prevê palestras de conscientização, ações com unidade móvel e simulador de deriva e consultorias em grupo e individuais. Até agora, 432 pessoas já participaram dos treinamentos. O Deriva Zero é executado conjuntamente pelo SENAR-RS, MAPA, SEAPI e CREA-RS. O cronograma de ações é dividido em dois circuitos, um deles voltado para as especificidades da metade sul e outro desenhado para a metade norte do Estado.FONTE ASSCOM SENAR-RS

Busca

Busque sua notícia por período

De

Até